Diabetes e Doença Periodontal

abril 18
No comments yet

Você sabia que a Diabetes também pode causar problemas em sua boca? Pessoas com diabetes têm um risco 2,5 vezes maior do que pacientes não diabéticos de apresentar doença periodontal.

Doença periodontal
A doença periodontal ocorre devido o acúmulo de placa bacteriana sobre os dentes. Esta placa, cada vez mais, vai penetrando no espaço entre dente e gengiva, e as bactérias, ali presentes, podem entrar em sua corrente sanguínea.

A partir deste momento, estas bactérias desencadearão um processo inflamatório que afeta não só os dentes, mas o organismo todo.

Esta inflamação pode dificultar a absorção de insulina e aumentando a resistência insulínica dos pacientes diabéticos. Desta forma haverá uma maior descompensação glicêmica por parte destes pacientes, o que, se persistente, acarretará comprometimento do metabolismo de proteínas e lipídios também.

O que é Diabetes Mellitus?
Diabetes é uma doença que atinge, em média, 8% da população adulta. É uma doença silenciosa: 50% dos diabéticos desconhecem ser portadores. Mais de 600.000 novos casos são diagnosticados por ano e, quanto mais cedo é feito o diagnóstico da doença, melhor a qualidade de vida deste paciente. O paciente diabético apresenta falta de insulina ou incapacidade desta de exercer suas funções, caracterizada por hiperglicemia crônica (altas taxas de açúcar no sangue) e distúrbios de metabolismos dos carboidratos, lipídios e proteínas.

A Insulina é produzida pelo Pâncreas. Todos nós precisamos de insulina para que nosso corpo funcione bem e possa utilizar a glicose (açúcar) como principal fonte de Energia.

Existem dois tipos de diabetes:
Tipo I (insulinodependente): O próprio corpo de paciente causa a destruição das células beta do pâncreas, produtoras de insulina, o que predispõe o indivíduo ao desenvolvimento da doença.

Tipo II (não insulinodependente): resulta de uma combinação de resistência à insulina e deficiência na secreção desta, acometendo principalmente pacientes obesos e sedentários.

Sabe-se que, a longo prazo, órgãos como olhos, rins, coração, nervos e vasos sangüíneos podem ser acometidos em conseqüência do aumento do nível de glicose no sangue.

A doença periodontal é considerada a sexta complicação do diabetes.

Qual a relação entre Doença Periodontal e Diabetes Mellitus?
Como qualquer tipo infecção, os problemas periodontais podem dificultar o controle do diabetes. Da mesma forma que outras complicações do diabetes, a doença periodontal está ligada ao controle metabólico de modo bidirecional, ou seja, influenciando e sofrendo influência do diabetes. O paciente que não trata suas infecções bucais não consegue controlar a sua Diabetes e vice-versa.

A presença da placa bacteriana no diabético provoca uma inflamação gengival mais acentuada do que o faria em um paciente não diabético

Pessoas com controle deficiente controle de açúcar no sangue podem apresentar doenças mais severas na gengiva e apresentar perdas dentárias mais rápidas do que as pessoas diabéticas com bom controle metabólico.

A cooperação do paciente é fundamental para o controle de ambas as doença, limitando, portanto, o sucesso do Periodontista e do Médico Endocrinologista.

O paciente diabético é mais susceptível a desenvolver a doença periodontal devido à sua dificuldade em reagir a processos inflamatórios e infecciosos.

A doença periodontal é o achado mais comum em pacientes com diabetes mal controlado. Aproximadamente 76% destes pacientes mal controlados possuem doença periodontal em algum grau de desenvolvimento. Entretanto, diabéticos controlados apresentam condições periodontais semelhantes as de pacientes não diabéticos.

Porém, o diabetes por si só não causa doença periodontal, mas pode alterar o curso da periodontite preexistente já que, de acordo com a severidade da doença periodontal, é significativamente relacionada a elevados níveis de glicose no sangue.

Você poderá ter necessidade de mudança na dieta e dosagem de insulina se alguma cirurgia for planejada.
Adiar procedimentos não emergenciais, caso sua dosagem de açúcar não estiver bem controlada, pode ser uma opção. Mas lembre-se: discuta com seu dentista sobre as possibilidades e conseqüências desta decisão.
Observações importantes:

Um bom controle de açúcar no sangue ajuda a prevenir, ou aliviar, sintomas bucais causados pelo diabetes.
O doença periodontal manifesta- se de forma mais precoce, exacerbada e destrutiva em pacientes portadores de diabetes mellitus.
A relação entre as duas doenças cada vez mais pode ser afirmada como bidirecional
O processo periodontal comporta-se como qualquer outro tipo de inflamação e infecção, podendo comprometer o quadro metabólico do paciente diabético
O paciente diabético apresenta deficiente resposta frente a dp devido suas alterações vasculares e deficiente resposta imunológica
O processo inflamatório e infeccioso crônico periodontal pode colaborar para a persistência de altos níveis de hba1c
O tratamento de saúde multidisciplinar é mandatório na manutenção da saúde geral do paciente diabético

Fonte: Sociedade Brasileira de Periodontologia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *